" Por que SAS | SAS Certificadora

Sobre

Por que SAS?

Em um cenário empresarial dinâmico e globalizado como o de hoje, um sistema de gestão é um forte aliado de qualquer negócio. Isso porque atua diretamente na performance da sua empresa, reduzindo os custos e aumentando a sua competitividade. É também uma ferramenta de marketing poderosa e eficaz, um instrumento de vendas fundamental para as empresas focadas em fazer crescer o seu mercado.

Por isso mesmo é que, no mundo todo, empresas comprometidas com um planejamento estratégico ordenado, na hora de obterem a sua Certificação de Sistemas de Gestão cada vez mais submetem seus processos à auditoria de uma empresa neutra e independente como a SAS.

A SAS oferece soluções sob medida através de auditorias com a seriedade que você exige e o comprometimento que a sua empresa necessita.

SAS. Um parceiro estratégico no desenvolvimento do seu negócio.

A SAS tem auditores sediados em diversas cidades brasileiras. São profissionais que combinam a formação acadêmica com a experiência empresarial para agregar valor ao sistema de gestão da qualidade das empresas parceiras.

A credibilidade de uma certificação está diretamente ligada à credibilidade do organismo certificador. A SAS já auditou e certificou milhares de organizações de todos os portes e segmentos em todo o Brasil e no exterior.

Os certificados NBR ISO 9001 e NBR ISO 14001 emitidos pela SAS são acreditados nacionalmente pelo Cgcre (Divisão de acreditação do INMETRO) e internacionalmente através dos membros do Acordo Multilateral de Reconhecimento do IAF - International Accreditation Forum. A SAS também é credenciada pelo PBQP-H - Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat, além de vários programas estaduais da construção civil, entre eles o Qualihab São Paulo, o PMQP MG, o Pará-Obras e PBQP-TO.

Política da Qualidade SAS.

Compromisso com a imparcialidade, competência do pessoal, responsabilidade, transparência, confidencialidade, mentalidade de risco e capacidade de resposta à reclamação, visando a melhoria contínua dos serviços, a satisfação dos clientes e contribuindo com a sustentabilidade.

Revisão 16/05/2016

Princípios

Imparcialidade

Para que a SAS possa oferecer uma certificação que proporcione confiança, a imparcialidade e a percepção do cliente como tal são tratadas como de fundamental importância pela mesma.

O fato de parte da fonte de receita da SAS provir do pagamento de seu cliente pela certificação, procedimento usual dos organismos de certificação, pode constituir uma ameaça potencial à imparcialidade.

Para obter e manter a confiança, as decisões da SAS são baseadas em evidências objetivas de conformidade (ou não-conformidade) obtidas pela mesma, e suas decisões não são influenciadas por outros interesses ou por outras partes.

As ameaças à imparcialidade incluem:
a) Ameaças de interesse próprio: ameaças que surgem de uma pessoa ou organismo que atuam em seu próprio interesse. Exemplo: O interesse financeiro próprio representa uma ameaça suscetível de comprometer a imparcialidade de uma certificação.
b) Ameaças de auto-avaliação: ameaças que surgem de uma pessoa ou organismo que avalia o seu próprio trabalho. Exemplo: A auditoria dos sistemas de gestão e/ou produtos de um cliente para o qual um organismo de certificação forneceu consultoria sobre sistemas de gestão seria uma ameaça deste tipo.
c) Ameaças de familiaridade (ou confiança): ameaças que surgem de uma pessoa ou organismo que, por ser muito familiar ou confiante em outra pessoa, não procura evidências de auditoria.
d) Ameaças de intimidação: ameaças que surgem de uma pessoa ou organismo ao perceber que está sendo coagido em público ou discretamente. Exemplo: uma ameaça de ser substituído ou denunciado a um supervisor.

Competência
A competência do pessoal mantido pelo sistema de gestão da qualidade da SAS é necessária para oferecer uma certificação que proporcione confiança. Competência é a capacidade demonstrada de aplicar conhecimento e habilidades.

Responsabilidade
A organização cliente, e não a SAS, é quem possui a responsabilidade pela conformidade com os requisitos para certificação.

A SAS é responsável por avaliar evidências objetivas suficientes nas quais possa basear uma decisão de certificação. Com base nas conclusões de auditoria, a SAS toma a decisão de conceder a certificação se houver evidência suficiente de conformidade, ou de não conceder a certificação se não houver evidência suficiente de conformidade.

Nota: Qualquer auditoria baseia-se em amostragem dentro do sistema de gestão e/ou produto de uma organização e, portanto, não é uma garantia de 100% de conformidade com os requisitos.

Transparência
A SAS oferece acesso público ou divulga informações apropriadas e oportunas sobre seu processo de auditoria e de certificação, e sobre a situação da certificação de qualquer organização, a fim de obter confiança na integridade e credibilidade das certificações. Transparência é um princípio de acesso ou divulgação de informações apropriadas.

Para obter ou manter confiança na certificação, a SAS oferece acesso apropriado ou divulga informações, que não sejam confidenciais, sobre as conclusões de auditorias específicas (por exemplo, auditorias em resposta a reclamações) a partes interessadas específicas.

Confidencialidade
Para obter acesso privilegiado às informações que são necessárias para avaliar adequadamente a conformidade com os requisitos de certificação, a SAS mantêm confidenciais quaisquer informações privadas sobre um cliente.

Capacidade de resposta a reclamações
As partes que confiam na certificação esperam ter as suas reclamações investigadas e, caso sejam procedentes, devem ter confiança que as reclamações serão tratadas adequadamente e com razoável empenho para solucioná-las. A eficácia da capacidade de resposta a reclamações é um meio importante de proteção para a SAS, seus clientes e outros usuários de certificação contra erros, omissões ou comportamento impróprio. A confiança nas atividades de certificação é salvaguardada quando as reclamações são tratadas adequadamente.

A SAS possui estrutura organizacional para salvaguardar a imparcialidade de suas atividades, através do Conselho de Certificação com os seguintes membros:

Eng. José Eduardo Starling, representante da Sociedade Mineira de Engenheiros - SME;

Eng. Taisa Ferreira Alves Pinto de Souza, representante da Superintendência de Desenvolvimento da Capital - SUDECAP, órgão da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte;

Professor  Adriano de Paula e Silva, representante da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG (vice-presidente do Conselho de Certificação);

Professor Luiz Antônio Melgaço Nunes Branco, representante da Universidade FUMEC 

Eng. Jaldo Retes da Silva Dolabela, representante do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem - DER-MG (presidente do Conselho de Certificação);

Engenheiro Civil Caio Mário Campos Ferreira, representante do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, - CREA-MG

Por que um sistema de gest√£o pode ser t√£o importante para a minha empresa?

A resposta é simples: porque ele aumenta a eficiência do seu negócio. Para transformar pressões competitivas em vantagens competitivas, você precisa deter o controle e aperfeiçoar seu desempenho operacional, sistematicamente. Um sistema de gestão adequado pode ajudar a focalizar e organizar os processos que vão impulsionar o desempenho da sua empresa.
Em parceria com a SAS, você vai além da mera conformidade. Com um processo de certificação sob medida para as necessidades específicas da sua empresa.

√Ārea geogr√°fica de atua√ß√£o

A SAS atua em todo o território nacional, onde possui auditores em diversos estados, e no exterior, possuindo atualmente clientes na África e América.